Menu Close

Category: Default

Saiba como participar do MasterChef e outros programas de culinária da TV

Além de ser um verdadeiro sucesso internacional, o programa MasterChef é responsável por promover os maiores índices de audiência para a emissora Band. Muitos chefes e amantes da culinária sonham em participar do reality e se também partilhar desse sonho, confira a seguir detalhes importantes para participar do programa. Veja abaixo:

As inscrições Masterchef abertas já estão atraindo a atenção de cozinheiros amadores em todo o país! O Masterchef está no ar há alguns anos, tendo a sua versão brasileira televisionada pela Band. O programa conta com a participação de três chefes muito competentes: Henrique Fogaça, Paola Carosella e Érick Jacquin.

Os chefes são responsáveis por julgar os pratos e as habilidades culinárias dos participantes durante toda a competição e também são conhecidos por não aliviaram na hora de julgar os chefes que querem ganhar o prêmio final.

Como funciona a dinâmica do reality?

Muitos cozinheiros já passaram pelo Masterchef e alguns conseguiram o título de finalista ou de grande campeão. Para chegar nesse ponto, os competidores precisam se sair bem nas provas, tanto cozinhando, quanto sendo criativos e sabendo usar bem o seu tempo.

As provas podem ser individuais ou em grupo, sendo para servir um prato para os jurados ou para um grupo de pessoas selecionadas. Os jurados devem avaliar o preparo da comida, o uso dos ingredientes, a originalidade e a apresentação do prato, isso é claro, levamos em consideração o uso do tempo disposto.

Durante o reality, os candidatos vão sendo eliminados até que apenas os que conseguiram passar pelas provas fiquem e estes últimos três estarão disputando o prêmio final em dinheiro, os privilégios e um curso de culinária fora do país com tudo pago.

Como participar?

Os candidatos interessados em ser uma das estrelas do reality precisam preencher alguns requisitos básicos para serem selecionados. O primeiro deles é ser maior de idade, assim como ter comprometimento com as gravações do programa e com as regras de cada prova.

Antes de serem selecionados, os candidatos que desejam participar devem preencher o formulário de inscrição e enviar um vídeo de apresentação para a equipe avaliadora.

Como o reality é destinado aos cozinheiros amadores, também é importante que os participantes não sejam chefes profissionais, ou seja, trabalhando em grandes cozinhas ou sendo um estudante de gastronomia.

Se você está de acordo com as regras e quer garantir a sua inscrição, basta acessar o site oficial da Band e clicar no link do MasterChef.

Você será redirecionado para outra página, na qual pode enviar a sua inscrição de forma simples, preenchendo os campos com seus dados de cadastro.

Saiba qual o valor do metro quadrado mais caro do Brasil

O Brasil possui uma grande diferença econômica entre os estados e isto pode ocorrer até mesmo para regiões próximas. Alguns desses lugares são conhecidos nacionalmente por tr um dos metros quadrados mais caros e consequentemente não serem baratos de morar e manter uma qualidade de vida. Veja a seguir quais são:

São Paulo

Não é novidade que o estado de São Paulo seja um dos mais caros para se viver, isto é claro para a região central. O preço elevado até mesmo para as necessidades básicas como alimentação e transporte pesam no bolso dos paulistas e o mesmo pode se dizer do metro quadrado para a região. 

O aluguel de um quitinete em uma região mais barata dificilmente custa menos de R$800, isto porque o IPTU SP 2020 é um dos mais alto do país. Enquanto isso, na região mais cara, o preço do aluguel para o mesmo tipo de imóvel pode chegar a mais de R$1.500.

Rio de Janeiro

Fazer compras em um supermercado do Rio de Janeiro pode se tornar um problema no orçamento de quem não se prepara, isto porque a região possui um dos custos de vida mais altos do país. O aluguel de um apartamento simples de 2 quartos não fica por menos de R$2.000 na região mais cara.

E pode-se imaginar essa média de preço pelo valor alto do imposto para propriedade. Quem mora pelo local, precisa estar atento ao pagamento do IPTU para não acabar endividado. Se você mora no Rio e ainda não pagou o imposto, esteja atento a emissão da 2 via IPTU 2020.

Brasília

Outra região que se destaca pelo valor excessivo em todos os aspectos da vida dos moradores é Brasília. A região representa uma das maiores potências nacionais de produtividade, economia e política e não é difícil imaginar que é preciso desembolsar um bom dinheiro para morar por lá.

O IPTU cobrado na região é uma taxa para qual os moradores precisam estar preparados, afinal, uma apartamento de 3 quartos localizado em uma região barata de Brasília pode chegar a superar a média de R$1.500. E o preço alto caracteriza também outros impostos como  IPVA, por exemplo.

Belo Horizonte

Por último, mas não mais barato do que os outros locais mencionados temos Belo Horizonte. A região é repleta de pontos turísticos encantadores e que já custam uma nota para os turistas que passam por lá.

O preço de um simples quitinete em uma região acessível, sem estar centralizada, supera a média de R$1.500, sendo um dos aluguéis mais caros do país.

Requisitos necessários para trabalhar nos aplicativos de entrega

Os aplicativos de entrega representam um dos setores que mais crescem atualmente. Diversos aplicativos surgiram a fim de oferecer o serviço e quem estava precisando de um trabalho extra, conseguiu uma renda através dos apps.

Mas vale a pena mencionar que nem todo mundo pode se tornar um motorista de aplicativo de entrega. Para tanto, é necessário estar cumprindo alguns requisitos básicos.

Está pensando em começar a atuar nesse serviço? Então confira a seguir o que é necessário para se tornar um motorista de app de entrega:

Os aplicativos de entrega ganharam uma repercussão grande e hoje representou uma boa porcentagem dos apps que oferecem serviços para os usuários. Seja para a entrega de alimentos, comida ou até dinheiro, esse tipo de serviço tem se tornado cada vez mais popular entre o público e por isso, tem uma grande demanda de motoqueiros e motoristas.

Vale a pena enfatizar que é possível atuar nessa função em três categorias: com a moto, com o carro ou com a bicicleta As possibilidades são muitas e podem estar de acordo com a sua situação. Para cada uma dessas categorias, está previsto um regulamento e vamos trazer um pouco mais de cada um para você.

Motocicleta

Quem vai optar por atuar utilizando uma motocicleta, pode estar dando uma olhadinha nos lançamentos de motos 2020afinal, é necessário um modelo bem funcional para o serviço. Não é necessário possuir um modelo específico para começar a trabalhar.

Muitos motoristas colocaram a Bros 2020 em sua lista de desejo, devido aos inúmeros benefícios ofertados, mas você pode atuar com qualquer modelo mais recente. No geral, os requisitos são:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Possuir CRLV e CNH com observação de “Exerce Atividade Remunerada”;
  • Ter Cadastro de Pessoa Física.

Bicicleta

Uma outra opção é atuar nas entregas utilizando a sua bicicleta. As distâncias as serem percorridas são menores, entretanto, a remuneração é equivalente ao serviço.

Também não é exigido um modelo específico de bicicleta. O usuário deverá enviar uma foto da mesma para o app e a equipe irá avaliar o veículo. Será necessário igualmente:

  • Ter, pelo menos, 18 anos;
  • Possuir identidade ou documento oficial com foto;
  • Possuir Cadastro de Pessoa Física.

Carro

Para finalizar, temos a categoria de serviço através de um carro. Assim como as categorias acima, também não é necessário possuir um veículo do ano.

Como o motorista estará trabalhando com entregas, o máximo que o aplicativo pode exigir é espaço suficiente na mala e que o veículo esteja visualmente em ordem. Os demais requisitos são:

  • Estar acima dos 18 anos;
  • Possuir CRLV e CNH com observação de “Exerce Atividade Remunerada”
  • Possuir identidade e Cadastro de Pessoa Física.

Conheça os programas sociais que oferecem cursos técnicos gratuitos

Os cursos técnicos têm sido uma grande promessa nos últimos anos e por isso, o Governo continuou a investir em políticas educacionais que proporcionassem bolsas gratuitas. Estamos falando os programas sociais que oferecem cursos técnico nas mais variadas áreas do mercado e se você está pensando em começar a estudar através desse recurso, veja a seguir as oportunidades que você pode acessar:

Antes de começar a falar dos programas disponíveis, é importante enfatizar que em alguns casos, as próprias instituições lançam  bolsas gratuitas para os estudantes.

Um bom exemplo dessa proposta é o SENAC cursos gratuitos 2020que estará ofertando diversas vagas para as unidades de cada estado do país.

Mas mesmo quando é possível utilizar esse recurso, o maior número de vagas ainda se concentra nos programas sociais que oferecem vagas para curso técnico. Confira abaixo as opções:

Novos Caminhos

Você já ouviu falar no programa Novos Caminhos? Muita gente ainda não conhece a proposta, pois afinal, a sua instalação é um projeto totalmente novo gerenciado pelo Governo Bolsonaro.

Antes, os estudantes acessavam bolsas de estudo em cursos como o SENAC através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

Entretanto, foram identificadas diversas falhas na atuação do programa, pois os profissionais da área não correspondiam às expectativas no mercado de trabalho.

Por isso, o Governo resolveu revitalizar a atuação do Pronatec, transformando-o no programa Novos Caminhos que está oferecendo bolsas de estudo em 2020.

O maior objetivo do programa estará sendo facilitar o acesso ao ensino de qualidade através da parceria com as instituições do Sistema S de ensino.

Sisutec

Enquanto o Pronatec estará chegando ao fim para dar lugar ao programa Novos Caminhos, vale mencionar que o Sisutec estará ativo para ser utilizado.

O Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (SISUTEC) funciona como um processo seletivo, no qual os estudantes se candidatam para conseguir uma vaga em algumas das melhores escolas técnicas do país.

O sistema é gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC) e disponibiliza vgas não somente para o ensino a nível técnico, como profissionalizantes e muitos outros.

Os estudantes devem aguardar o edital do processo ser lançado para poder se inscrever através da internet. Geralmente, esse período antecede o começo do semestre letivo.

No sistema, o estudante deverá aplicar para o curso escolhido e depois, é só ficar aguardando o resultado do processo seletivo para começar um curso reconhecido pelo MEC e com altos índices de empregabilidade.

FAETEC oferece 10 mil vagas em mais de 30 opções de cursos no RJ

Quem vai começar um curso técnico tem que estar atento as oportunidades disponíveis. Por exemplo, você sabia que a FAETEC estará oferecendo 10 mil vagas para os diversos cursos da instituição no estado do Rio de Janeiro? Se você reside na região, essa pode ser a sua chance de começar a cursar a sua capacitação.

A Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC) está no ar há alguns anos, promovendo diversos cursos para capacitar os jovens estudantes do país.

A inciativa recebe apoio de outros órgãos relacionados a Secretária de Educação e de acordo com dados divulgados, estará oferecendo quase 10 mil vagas para que os estudantes alcancem um certificado de curso para seus currículos.

Essa proposta tem uma visão bastante regional, que leva em consideração aspectos da economia local. Por isso, programas que incentivam o estudo de forma bem direcionado como FAETEC, tem sido um verdadeiro sucesso.

Temos como outro exemplo de instituições com propostas semelhantes, o vestibulinho ETEC 2020O vestibular dará acesso a diversos cursos de qualidade para os estudantes que residem em São Paulo.

Mas como você pode conseguir participar das inscrições FAETEC 2020?

Para quem está interessado em realizar a matrícula e conseguir começar um curso da FATEC, vale a pena lembrar que as inscrições estarão rolando para este ano!

Os candidatos terão a opção de se inscrever pelo site oficial do programa, precisando apenas oferecer dados pessoais como Carteira de Identidade e Cadastro de Pessoa Física.

Além dessa opção, algumas unidades, como é o caso de São Fidélis, estarão disponibilizando a inscrição presencial. O candidato precisa estar portando, da mesma forma, os documentos mencionados anteriormente.

Qual o objetivo do FAETEC?

A fundação promove diversas vantagens para os candidatos, mas também estará proporcionado a longo prazo um cenário diferente para o próprio mercado de trabalho.

O principal objetivo da FAETEC é estar facilitando o acesso a cursos rápidos e de qualidade, capazes de formar os estudantes com foco voltado para a prática das profissões.

Geralmente, os cursos duram em torno de 10 semanas e podem variar muito entre as áreas industriais e comerciais. Ambos os viés estarão representando áreas promissoras do mercado.

Para os cursos industriais, o estudante encontrará opções como: informática, montador de computadores, padeiro, cozinheiro, confeiteiro, garçom, entre outros.

Para os cursos comercias, é possível encontrar oportunidades para: vendedor, recepcionista, recepcionista de hospedagem, entre diversas outras opções que você encontra no edital do FAETEC.

Quais são as opções de contribuição ao INSS disponíveis para autônomos?

Trabalhar como autônomo pode ser interessante considerando o fato de ser dono do próprio negócio, e dessa forma, poder fazer seus próprios horários, organizar suas tarefas da maneira que achar necessário, entre outros fatores.

Contudo, é importante está assegurado em diversas situações como em casos de acidentes que não o permita trabalhar, auxilio paternidade, auxilio maternidade, pensões por morte ou invalidez e aposentadoria. Porém, para ter acesso a esses benefícios é necessário que haja a contribuição do INSS.

Considerado com um déficit gigantesco, o saldo da previdência deve piorar ainda mais devido as condições demográficas decorrente do aumento da expectativa de vida e baixa taxa de natalidade. Sendo assim, a contribuição do INSS se torna um seguro para sua renda futura e garantia de benefícios imediatos.

Etapas para pagamento

O processo de pagamento é bem simples, além de não exigir muitas burocracias pode ser finalizado em poucas etapas.

O Primeiro passo consiste em fazer a inscrição no Programa de Integração Social (PIS). No caso de já ter trabalhado de carteira assinada não será necessário pois você já foi inscrito, basta usar o número do PIS que consta da Carteira de Trabalho.

Como deseja contribuir como autônomo, deve selecionar a opção de “Contribuinte Individual”.

O Segundo passo se resume em escolher qual a categoria que deseja contribuir. A duas opções disponíveis diferem-se apenas dos benefícios que são assegurados ao contribuinte.

A opção do código 1007 é indicada para os que desejam pagar apenas 20% do salário mensal com o teto de R$5.645,80. Escolhendo essa opção o contribuinte poderá se aposentar por idade ou por tempo de serviço

A opção do código 1163 é indicado para os que pretendem pagar 11% sobre o salário mínimo. Essa possibilidade é indicada para aqueles que pretendem apenas contribuir para ter acesso aos benefícios, tendo em vista que quando for aposentar, receberão apenas um salário mínimo.

Após concluir as duas etapas, basta pagar a Guia da Previdência Social (GPS), sendo assim, o contribuinte deverá acessar o site todo mês para imprimir o documento e efetuar o pagamento, ou solicitar uma espécie de carnê que poderá ser preenchida manualmente. Os valores estão disponíveis na tabela de contribuição INSS 2020.

Após a guia em mãos, o prazo para pagamento é de até 15 dias do mês subsequente. E para consultar os pagamentos já efetuados, o contribuinte poderá consulta o Extrato INSS 2020 e ficar por dentro das contribuições já realizadas.

Como se tornar um critico gastronômico: Conheça essa profissão

É provável que grande parte das pessoas já tenha sonhado em se tornar um crítico gastronômico. Esta é, de longe, umas das profissões mais interessantes do mercado e engana-se quem pensa que se trata de um cargo fácil. É preciso desenvolver algumas habilidades únicas e ter um plano de carreira bem definido!

O seu objetivo é se tornar um crítico gastronômico? Então vale a pena conferir as informações a seguir para entender mais sobre essa profissão e como atuar na área:

O que faz um crítico gastronômico?

O crítico gastronômico precisa desenvolver diversas habilidades e uma delas é o paladar apurado. Afinal, será esse profissional o responsável por estabelecer um patamar de excelência na região que atua.

A função dele será degustar, avaliar e redigir uma crítica sobre o serviço, o atendimento e principalmente a comida de determinado restaurante ou estabelecimento.

Entre as muitas consequências da passagem de um críticos pelos restaurantes, está a valorização do mesmo. Além disso, suas críticas também funcionam como um registro gastronômico da cidade em que trabalha.

Esse registro, dependendo da crítica que for estabelecida, pode ser um atrativo para turistas, e valorizar a gastronomia do local, por exemplo.

O crítico precisa ser firme e possuir um grande poder discursivo para expressar da melhor forma, a sua experiência no restaurante selecionado, devendo gozar de honestidade e profissionalismo.

Qual a formação necessária?

Como mencionado, o profissional da área precisa desenvolver diversas habilidades e a expectativa é que as mesmas possam ser adquiridas durante a formação do mesmo.

Em primeiro lugar, você pode vir a se tornar um crítico ingressando no curso de Gastronomia, mas vale lembrar que ainda é preciso algumas especializações que lhe capacitem como escritor.

Da mesma forma, é o caso de quem optar por fazer Jornalismo, esperando atuar na área da Gastronomia. E possível, entretanto, podem ser exigidas algumas qualificações extras desses profissionais.

Afinal, a atuação do crítico gastronômico permeia entre as duas áreas, unindo o poder discursivo ao dom da culinária para redigir as críticas de qualidade.

Quanto recebe?

Quem se interessa pela área, com certeza deve estar se perguntando quanto ganha um crítico gastronômico. Bem, a média esperada para os diversos cargos da Gastronomia é de R$ 1.500.

A atuação do crítico gastronômico pode ser valorizada de maneira diferente no país, dependendo da cidade em que trabalha e dos estabelecimentos próximos.

Se trabalhar para algum jornal, revista ou site renomado, a expectativa é que a média salarial prevista ara os profissionais da Gastronomia seja um pouco maior.

7 melhores restaurantes da cidade de São Paulo

A cidade de São Paulo é conhecida por diversas coisas: por ser um centro de pesquisa, por ser uma metrópole incansável, por ser o centro da moda, por ser referência em educação no nível superior, entre outras diversas coisas. Mas a fama mais atrativa de São Paulo talvez seja as suas grandes possibilidades gastronômicas.

Se você mora ou está passando por São Paulo, vale a pena conhecer os restaurantes que separamos para vocês. Veja a seguir os 7 melhores restaurantes da cidade!

1- Cantina Gigio

O Cantina Gigio é considerado um restaurante bem tradicional da cidade e está localizado na Rua do Gasômetro, 254, no Brás. O local é referência em atendimento e qualidade dos pratos, além de possuir um cardápio de dar água na boca. Estabelecimento especialmente recomendado para quem adora experimentar uma comida italiana.

2- Café Girondino 

Enquanto isso, lá pelo centro de São Paulo, mais precisamente na Rua Boa Vista, 365, temos o Café Girondino, um ambiente que remete a história do local. O café preservou bastante de sua estrutura original e adicionou decorações da primeira metade do século passado. No Café Girondino, você irá provar doces e salgados e ainda conhecer um dos melhores chopps.

3. Era uma vez um Chalezinho

Vamos falar de locais românticos que só pela decoração já valem a visita? Estamos falando do Era uma vez um Chalezinho, que não recebe elogios só pelo seu interior! O estabelecimento fica na Rua Itapimirum, 11 – Morumbi e oferece um cardápio bastante internacional e uma grande variedade de fondues.

4. Nico Pasta & Basta

Ainda para quem não dispensa uma boa comida italiana, temos o restaurante Nico Pasta e Basta. O local é b astante procurado por oferecer delícias exclusivas no cardápio, como é o caso do Spaghetti alla Nico. E quem prefere os doces, não irá se decepcionar ao visitar o estabelecimento situado na Rua Costa Aguiar, 1586 – Ipiranga.

5. Huto Izakaya

Não podemos esquecer de trazer para vocês um local que ofereça uma das melhores comidas japonesas da cidade de São Paulo: o Huto Izakaya. O restaurante está localizado na Rua Doutor Jesuíno Maciel, 682 – Campo Belo, e o diferencial é que o cliente não precisa ficar escolhendo seus pedidos, isto fica na responsabilidade do metre.

6. Philippe Bistrô

Quem está em São Paulo buscando viver o máximo de experiências possíveis, precisa dar uma passadinha na R. Normandia, 103 – Moema, onde fica o Philippe Bistrô. A especialidade da casa é voltada para um cardápio super fra^ncês e todas as pedidas são de dar água na boca.

7. Santo Colomba

São Paulo é uma cidade muito variada, mas o destaque fica para os restaurantes italianos do local. Por isso, precisamos apresentar o Santo Colomba, que fica na Alameda Lorena, 1157 – Jardim Paulista. O estacionamento no local é gratuito, o que é um diferencial para a cidade. E quanto aos pratos: vale a pena conferir!

© 2020 LOVE GASTRO. All rights reserved.

Theme by Anders Norén.